Páginas

quinta-feira, maio 03, 2012

Compulsão Alimentar - EU VI!

Neste feriado presenciei uma cena que me deixou chocada. Por vezes até pensei que eu tinha Compulsão Alimentar, mas percebi que não. Algumas pistas que me fizeram abandonar a ideia de que eu seja compulsiva.


- A pessoa que tem compulsão, come sem fome e mesmo após estar empanturrada (sim, a pessoa em questão já havia jantado e muito bem)
- A criatura foi ao supermercado após o jantar e comprou uma tentação por livre e espontânea vontade, alegando não ter esse item na sua cidade e explicando que poderia precisar dele para algum futuro evento do trabalho (2 latas de Moça Fiesta Cobertura)
- Ao chegar em casa, a pessoa fez um chimarrão a pedidos e ficou tomando com as demais pessoas na sala durante a novela das 21h. Quando a novela acabou, as outras pessoas se distraíram em seus notebooks e a pessoa sumiu! Ao ser chamada a pessoa respondeu e disse que não estava "fazendo nada"
- Cerca de cinco minutos depois, ao voltar à sala e ser novamente interrogada, ela assume muito constrangida que estava comendo TODA A LATA do doce em menos de 5 min, pois ao perceber que estava na metade, decidiu acabar com tudo de uma vez só - sem oferecer a ninguém.
- As latas estavam ao nosso lado, num canto do sofá e não ouvimos um único ruído ao ser retirada uma delas e levada à cozinha
- Ela falou que estava pensando no doce o tempo inteiro em que víamos a novela e conversávamos
- Resolvemos então calcular quantas kcal continha uma latinha inteira e anotamos mais de 1200kcal, o que a deixou apavorada.
- Perguntei o porquê de ela comprar uma coisa se sabe que não vai se controlar e a resposta foi um sorriso constrangido... nem segui o assunto.
- Dava pra perceber a indignação dela mesma, a repugnância pelo ato e logo após, ela se escondeu pra chorar arrependida.



Gente, um dia antes ela havia comentado que numa tarde entre a novelinha das 18h e das 19h havia comido uma caixa de bombom Nestlé, uma caixa de Bis Branco e uma caixa de Sem Parar, uma atrás da outra e que depois, escondeu o lixo pro cônjuge não notar.

No dia seguinte ao episódio da lata de Moça Fiesta, ao ficar sozinha em casa, ela devorou a outra lata.  E na sequência,, o resto do bolo de chocolate da sobremesa de um jantar,comeu todo sem chamar ninguém pra compartilhar.

Por se tratar de uma pessoa muito próxima a mim, não me preocupa atualmente o que ela está fazendo com o próprio corpo (e sim, está bem acima do peso). Me preocupa muito mais o que se passa na cabeça: frustrações, constrangimentos, punições, sentimento de fracassos, tristeza e descontrole total.

Decididamente nunca me senti assim e espero que ao identificar o problema (eu fiz questão de mostrar sites sobre o assunto), ela decida se tratar. O problema é que no interior um tratamento psicológico é visto como um tratamento de loucura. E esse pré-conceito pode impedir que uma pessoa doente busque ajuda.

PS: continuo na Recuperação Pós Feriado. Firme e forte. E ganhei este selinho da Sammy:


Meu resultado? Praticamente manutenção de peso.

10 comentários:

Light Girl disse...

Não importa o que possamos dizer, só esta pessoa poderá tomar a decisão. è muito triste, é um suicídio assistido e pior, você descreveu um ciclo vicioso: Come, senti culpa, comi por que sentiu culpa ....

Bjs

cary disse...

oi Mary, sofro de compulsão faz anos, agora estou fazendo tratamento psicológico, mas sei exatamente o q essa pessoa passa, é uma doença que não sabemos como controlar, o pior é o sentimento de culpa depois desse ato... e ai vem mais comilança pela frustração...torço para que essa pessoa queira mudar, como eu quero, estou indo devagar, mas quero muito mudar definitivamente!!!
grande beijoooo ótima quinta!!

Fabi Lange Brandes disse...

olá, as vezes eu tenho compulsão, mas posso dizer que estou bem controlada.
beijo

Danyele disse...

Nossa deve ser muito dificil mesmo! :(

A teimosa disse...

Então.. qdo eu digoke era compulsiva (ta.. ainda sou..pq a compulsão não morre, ela só adormece)falo isso com comprovação médica..
No meu caso, se estivesse em crise, eu não comeria uma lata.. comeria as DUAS...
Ja fiz isso diversas vezes..
Ja comi até não pode mexer um musculo do meu corpo de tanta dor..pra logo em seguida passar tão mal ao ponto de por grande parte pra fora...
Isso sou eu doente comendo sentimentos..
Mas eu estou liberta (não sei até quando) mas estou trabalhando meu psicológico até que razoavelmente bem...
Então... diga pra sua parente, amiga.. se tratar sim.. pq isso é sério.. e só quem é compulsivo sabe a dor emocional que isso causa..
Bjokas e uma ótima quinta!

Em busca de corpo e alma disse...

o ruim é a ansiedade que existe na compulsão. Mas enfim a ti parabens e ótimo post

Equilíbrio! disse...

Puxa, fiquei assustada com sua amiga. Ela vai mesmo precisar de tratamento. Olha, eu acho que hoje um tratamento psicológico já é visto de uma maneira normal. Afinal de médico e louco todo mundo tem um pouco. Essa compulsão não é fácil vencer sozinha, não...acho que ela precisa mesmo de ajuda!!!

Expatriada disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Expatriada disse...

Olá Mary!

Realmente é um caso preocupante. Nunca me senti assim e nem tive atitudes parecidas, pelo menos não me lembro de nada disso.
É certo que, qdo estamos acima do peso, muitas vezes sentimos vergonha de comer, dá a impressão de que está todo mundo de olho no que comemos. Não sei se alguma vez já te sentiste assim.
Mas daí a situações extremas como a que a sua amiga está a passar é um longo caminho.
Nesses momentos ela precisa de muito apoio e precisa também se cuidar, sem se preocupar com a cabeça das pessoas menos instruidas que pensam que psicologo e terapia é para gente maluca.
Eu própria já fiz terapia por outros motivos e não sou nenhuma louca.
Aliás, na conjuntura atual, na correria da vida diária e diante do mundo em que vivemos, a terapia é algo que estará, infeliz ou felizmente, cada vez mais presente e necessária.

E parabéns por estar mantendo o peso. Isso também é vitória tá?!

Beijocas!

Kinha disse...

nÃO TEM COMO ELA FAZER O TRATAMENTO SEM QUE PESSOAS DE FORA DA FAMÍLIA SAIBAM?

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...